Idéias Fantásticas e onde Habitam

Por: Marina Fraguas - 02/07/2019


Oi! Meu nome é Marina (@marinafraguasart no instagram), sou formada em design gráfico, mas hoje atuo principalmente como ilustradora. Além de trabalhar como freelancer, desenvolvo também meus projetos pessoais. O principal deles consiste em uma linha de personagens originais chamados Invisibilis. Eles são criaturas invisíveis que vivem à nossa volta e causam misteriosos fenômenos no nosso dia a dia, como o cheiro da chuva, o soluço e o embaraçamento de fones de ouvido.



Imagem Marina Fraguas


Uma pergunta que ouço frequentemente é: como você teve a idéia de criar esses bichinhos?

Vou contar um pouco sobre esse processo e ao mesmo tempo citar alguns recursos que costumo usar para estimular minha criatividade. A verdade é que não sei onde as Idéias Fantásticas habitam, mas, através dos passos a seguir, às vezes encontro alguns de seus filhotes pelo caminho. Minhas idéias geralmente são uma combinação de referências, pensamentos frequentes, brainstorming e experimentação.

Antes de começar, lembre-se que idéias simples também contribuem para nosso crescimento e podem resultar em trabalhos maravilhosos. Não espere ter uma idéia fantástica para criar seus projetos!



Imagem Marina Fraguas


Referências
A principal base para minhas idéias são as referências que encontro no meu dia a dia. São elas meus filmes favoritos, músicas que escuto, plantas que vejo no parque, obras de outros artistas, entre muitos outros. Quando criei meus seres invisíveis, por exemplo, algumas de minhas inspirações foram obras do Estúdio Ghibli, o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam, os personagens japoneses Sumikko gurashi e o folclore brasileiro. Além das referências que já possuímos, podemos também ir atrás de mais! Veja assuntos que goste e pesquise novos livros, filmes e música sobre eles.



Imagem Marina Fraguas

E se... ?
Com minhas inspirações em mente, inicio a etapa da criação de possibilidades. A maioria das minhas idéias surge a partir do pensamento “e se…?” Usando o exemplo dos Invisibilis, me lembro de pensar “e se os seres que compõe nosso folclore fossem invisíveis e realmente existissem em nosso mundo?” Esse processo costuma ajudar meus pensamentos a fluírem. Costumo pensar durante o dia, enquanto assisto a uma série, desenho ou até mesmo enquanto olho o Instagram. Porém, tenho as idéias mais inesperadas nos momentos logo antes de dormir. Quando estamos prestes a adormecer, acabamos misturando pensamentos acordados com sonhos. Por isso, imaginar possibilidades e pensar em projetos na hora de dormir costuma ser muito útil. Faça uma lista de idéias! Anote seus pensamentos e projetos para que possa desenvolvê-los depois!



Imagem Marina Fraguas

Brainstorming
Um outro método que me ajuda a gerar novos pensamentos veio da minha formação como designer. O Brainstorming é um processo que consiste em escrever a palavra que é o tema central a ser trabalhado, e em seguida escrever, sem pensar, qualquer palavra que venha em mente, que você relacione com a anterior. Assim se forma uma grande lista de palavras, as quais eu depois leio com calma e marco as que me pareceram mais relevantes e que me trouxeram novas idéias.



Imagem Marina Fraguas


Experimentação
Por fim, parte muito importante do meu processo criativo é também a experimentação. Uso esses pensamentos novos e rabisco bastante no sketchbook, e muitas vezes, mesmo que ainda não tenha idéias completamente concretizadas, faço pinturas baseadas nelas. O design de um personagem ou o conceito por trás de um projeto não precisa ser definitivo. Assim como nós, nossas criações vão sempre evoluindo e se desenvolvendo.
Vá atrás de suas idéias e lembre-se de que se sentir bem e não se cobrar demais também é essencial!



Imagem Marina Fraguas

Seguem alguns vídeos para inspirar!

Abaixo, alguns processos de pinturas em aquarela, que costumam me ajudar bastante no desenvolvimento de novas técnicas.





E aqui o processo de pintura digital da Salu, que é uma artista que me inspira muito com seus personagens mágicos!.

Mariana é designer gráfico, mas atua como ilustradora. Trabalha como freelancer e também investe em seus projetos pessoais. O principal deles é a linha de personagens originais chamados Invisibilis, que são criaturas invisíveis que vivem à nossa volta e causam misteriosos fenômenos no nosso dia a dia, como o cheiro da chuva, o soluço e o embaraçamento de fios de microfone.



Comentários:

Para comentar você precisa estar logado.

Ryane Paiva 22/07/2019 15:04:28

Maravilhosa

Izabel Silvestre 09/07/2019 19:04:26

Adorei, vai me ajudar muito

fernanda nogueirafranco 05/07/2019 13:16:05

A ideia dos Invisibilis é maravilhosa! Sempre pensei, como é possível o fio do meu fone de ouvido embaraçar tanto? E como as minhas presilhas de cabelo somem do nada? Está ai a explicação! rs Os desenhos da Marina são inspiradores, com um traçado delicado e pintura impecável! Sou apaixonada pelo trabalho dela!