Passo a passo de um desenvolvimento artistico

Por: BRUNA ROMERO - 09/05/2019


Imagem Arte




Passo a passo de um desenvolvimento artístico



Oi! Meu nome é Bruna, tenho 23 anos e sou ilustradora. :)
Eu poderia falar que nessa coluna vou ensinar como desenhar, como usar aquarela, como funciona o app Procreate para iPad (que é onde eu crio a maioria dos meus trabalhos), e tenho certeza que, se eu fizesse isso, sairiam conteúdos super legais. Mas sabe qual é a verdade? A parte que menos importa da arte, na minha opinião, é a técnica. O traço. A qualidade da pincelada. A precisão realista do resultado final. Pode ser que, com alguns ensinamentos de proporção e luz e sombra, você consiga reproduzir o que assistir no vídeo que eu fizer para o YouTube - e isso é demais! Mas se você não conseguir, você vai se frustrar. E aí você vai pensar “é, acho que arte não é para mim mesmo”. E o meu papel na sua inspiração seria insignificante.

Sabe quando você entra num museu de arte contemporânea, vê aquelas coisas esquisitas que não fazem nenhum sentido aparente e fala para a pessoa que está do seu lado, “isso até eu fazia”? Então, exatamente. Qualquer um pode ser artista. Porque o resultado é só a forma que você como indivíduo encontra de ‘materializar’ alguma coisa que sente, que pensa ou que está na sua cabeça, mas nem sempre sai como palavra. Para mim, a arte é uma linguagem da emoção. E nós, como seres humanos, sentimos. E isso faz com que todos sejamos seres criativos. Uns mais outros menos, porque depende do quanto estimulamos isso. Mas todos somos criativos. Aí você vai ler tudo isso e falar “Uhu! Sou criativo. Mas e agora?”



Imagem Arte


O passo 1 já foi completo: desmistificar a imagem de, que para ser artista, você precisa conseguir fazer um retrato perfeito do rosto da rainha. Não precisa, e mais para frente vou mostrar alguns exemplos de pessoas que só sabem desenhar boneco palito e tão por aí, felizes da vida, vivendo da arte (não vou mostrar agora para não enviesar no estilo, ok?).

Passo 2: encontrar dentro de você algum assunto, tema, motivo, lugar, causa, até algum tipo de planta (?), que faça você querer falar muito. Eu, por exemplo, sou uma pessoa extremamente ansiosa. Tudo na minha vida é motivo de ansiedade. Se vai dar certo, se não vai. Se vai estar sol amanhã, se vai chover. Se vou conseguir realizar um sonho daqui 5 anos, se não. De coisas pequenas do dia-a-dia até grandes crises existenciais, estou sempre me questionando, e sempre na expectativa. Por essa razão, falar sobre isso por meio da minha arte me faz bem. Tem pessoas que encontram na arte uma maneira de militar por algum assunto: feminismo, igualdade de gênero, questões raciais, etc. Tem gente que gosta muito de inventar histórias, e por meio da arte dar vida a personagens. Tem gente que ama a natureza, e trata disso com amor em todas as suas criações. As possibilidades são infinitas, e todos os assuntos são válidos! É só descobrir o seu.
Ah, e mais: você não precisa falar de só uma coisa e nem da mesma coisa para sempre. Basta sejam coisas que façam sentido para você agora, e que venham do coração.

Passo 3: testar formas de tangibilizar isso, lembrando que o fator determinante de sucesso não é o resultado final, mas sim se você se diverte. Você começa e não vê o tempo passar; sente que poderia fazer aquilo o dia inteiro. É o sentimento de estar tão imerso que até esquece de levantar para fazer xixi: esse é o tipo de coisa que realmente faz bem. Teste tudo e, quando achar, continue! Pode ser lápis, caneta, tinta, colagem, escultura, argila, ilustração digital, qualquer coisa. As opções são infinitas.

Passo 4: a prática. É claro que ninguém nasce sabendo nada, e só depois de muito fazer a gente encontra o caminho.
Sem cobrança de alcançar a perfeição, comece a praticar um pouquinho todo dia. Se desafie. Treine. Aprenda. Estude. Veja referências: não copie! Mas tome como exemplo coisas inspiradoras, deem mais vontade de praticar, sem sentir que você não consegue. Pratique, pratique, pratique (nesse passo, pode assistir o vídeo de técnica do YouTube, rs).
Com o tempo, você vai ver que cada dia consegue uma coisa nova! O sentimento é maravilhoso. Como qualquer tipo de trabalho ou exercício físico, quanto mais você faz, mais preparo você tem.

Ufa! Acho que aqui já somos todos artistas. Mas não é só isso.

Passo 5: confie no seu trampo! Somos inseguros por natureza, e é muito fácil ter o pé atrás de achar que não está bom o suficiente. Mas se a gente não acreditar, ninguém vai. BOTAR FÉ é fundamental.

Passo 6: nunca se acomode! Somos seres humanos em constante transformação. Tudo que faz sentido para você agora pode ser que não faça daqui a um tempo. Isso é normal. Quando isso acontecer, volte lá para o passo 2 e comece de novo.

Assim como Picasso teve as suas fases, sempre se reinventando. Somos todos imensamente talentosos e cheios de coisa para falar. Se todo mundo fizesse o mesmo quadro, os mesmos trabalhos, os mesmos resultados, não existiria a beleza da arte! Para encerrar, vou mostrar alguns exemplos de artes diferentes que eu gosto muito, e vídeos para quando chegarem no passo 4. Espero que isso ajude de alguma forma!!

Referências: Meu trabalho!
https://www.instagram.com/brunafrog/



Ilustradores que sigo!



Imagem Arte

Videos pra inspirar!





Bruna Romero, ou brunafrog, é ilustradora e artista digital. Apaixonada por moda, arte, cultura pop e cor de rosa.



Comentários:

Para comentar você precisa estar logado.