Desenhando letras

Por: Marina Viabone - 03/05/2018

Olá! Meu nome é Marina Viabone, eu sou arquiteta e trabalho com lettering e ilustração.
Criar sempre fez parte da minha vida, quando criança eu fazia roupas para as minhas bonecas, pequenos objetos de decoração e customizava meu próprio material escolar.

Quando chegou a hora de escolher o que eu queria como profissão, não tive dúvida: arte! De primeira, fui para a arquitetura e depois descobri outras paixões: graffiti, fotografia, ilustração e o lettering. Hoje, trabalho integralmente com arte visual e caligrafia.


Quando comecei a me expressar de novas formas, ainda na época da faculdade, criei para mim mesma o desafio de desenhar algo todos os dias, nem que fosse uma ilustração simples. Comecei a escrever frases de músicas que eu gostava e foi assim que me apaixonei pelo lettering e não parei mais. O lettering é basicamente a arte de desenhar letras, e como em qualquer outra técnica de desenho, todo mundo pode aprender.

É necessário ter paciência, treinar diariamente, ser curioso e entender as ferramentas que você tem a sua disposição. Faça desse treino parte da sua rotina, expresse suas ideias e criatividade, e se supere a cada dia!


Se você se animou com a ideia e quer começar, tenho algumas dicas básicas para criar um lettering:

1. Depois de escolher a frase que você ira ilustrar, é importante fazer um rascunho a lápis do layout. Pode parecer besteira, mas faz toda a diferença.

2. Verifique se as palavras estão legíveis e se os espaços estão bem divididos. Esse é o segredo de um lettering harmonioso!

3. Quando o rascunho estiver aprovado, é hora de passar a limpo! Para isso, tenha sempre pelo menos dois tipos de caneta: caneta com ponta pincel para as letras cursivas e caneta com ponta firme para finalização e contorno.

4. Você também pode colorir! Se achar mais fácil, primeiro deixe colorido e depois contorne. Nesse caso, o contorno pode te ajudar a cobrir pequenos erros ou imperfeições.


A Linha de Canetas Artísticas Pitt da Faber-Castell tem canetas ideais para esse tipo de trabalho!

Os modelos XS, S, F e M são pontas metálicas, precisas e ótimas para fazer traços retos, curvos e também para contornar!

Os modelos B, SB, SC e 1.5 são pontas de fibra de alta qualidade, ótimas para preenchimento de áreas e para escrita de vários tipos de letras, já que elas têm a ponta flexível e permite variações de espessura na mesma caneta.

Para facilitar a visualização fiz essa foto que mostra a diferença entre as pontas das canetas:


Vídeos inspiradores

Prontos para começar? Para inspirá-los separei dois vídeos! O primeiro vídeo é do meu canal e nele eu mostro os desenhos e letterings do meu sketchbook! O segundo vídeo é uma palestra feita por um cartunista que mostra que todos são capazes de desenhar!


Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Belas Artes, Marina Viabone nunca se restringiu à arquitetura, sempre buscando referências exteriores. Seu trabalho se mistura com graffiti, design de interiores, fotografia e até mesmo com moda. Todo tipo de arte que traz um novo sentido à vida.



Comentários:

Para comentar você precisa estar logado.

Amanda Cristina 19/07/2018 20:22:56

Amei ❤