Dom para desenhar é mito!

Por: Itamar Dutra - 13/08/2018

Acredite se quiser: todo mundo consegue desenhar. Não é preciso nenhum tipo de dom para isso. Aliás, vamos falar um pouco sobre dom?

Meu nome é Itamar Dutra, ou, se preferir, Ita. Sou ilustrador e, por muito tempo, escutei que todas as pessoas que desenhavam faziam aquilo pois tinham um dom, mas confesso que eu não entendia muito bem isso. Até mesmo depois de adulto, já na faculdade, eu ainda escutava (de professores) coisas do tipo “ilustradores já nascem com um dom”. Tá, mas afinal, qual o problema de acharem que desenhar é um dom? Antes de responder, vamos entender o que significa essa palavra. Segundo o dicionário Michaelis: Dom é aquilo que foi objeto de doação; dádiva, donativo e/ou presente.

Imagem Arte

Donativo? Presente? Ué, e onde foi parar todo tempo de estudo, dedicação e esforço que usamos para aprender a desenhar? Não parece injusto? Pois é!

Esse é um dos problemas em dizer que desenhar é um dom. Além de injusto com quem dedica horas para estudar e aprender, é uma forma de desvalorizar nosso trabalho como artistas. Afinal, como podemos trabalhar e cobrar por algo que supostamente recebemos sem nenhum esforço?

Então, vamos quebrar esse bloqueio de que desenhar é para quem tem dom e entender que desenhar é para quem quer. E querer é poder! Mas, como comentei acima, para aprender e melhorar é preciso estudar e se você tiver aquela preguiça de estudar, não se preocupe. Vem comigo que eu tenho uma dica de ouro.

Imagem Arte
Imagem Arte




Já dizia Dona Maria, minha mãe: “está achando que é fácil? Estuda não para você ver.” E isso foi bem real para mim. Ainda hoje, quando preciso fazer determinada pose ou determinada composição em algum trabalho, e não sai da forma como eu gostaria, eu paro e penso: “isso não está bom. Preciso estudar mais!”. E sim, mesmo quem já trabalha com desenho profissionalmente continua estudando para sempre aprimorar seu trabalho.

Mas sentar para estudar desenho, ou qualquer outra coisa, sempre foi complicado para mim. Sabe aquela pessoa que não para quieta quando é preciso? Sou eu. Então, ao invés de não estudar, eu fui arrumando um jeitinho de enganar meu cérebro.

Acredito que existam várias formas de fazer isso. Eu, por exemplo, quando penso em estudar, já me dá uma preguiça daquelas. Mas, se eu estou desenhando algo sem compromisso, já tento aproveitar o embalo e tudo fica mais fácil. Aquele desenho que não tinha sentido algum agora é um estudo de pose, ou de expressões, por exemplo! Essa é a forma que eu uso para estudar sem estar estudando, sabe? Confuso, eu sei, mas é basicamente como se eu desse uma enganada no meu cérebro preguiçoso. E acreditem, funciona.

Imagem Arte
Imagem Arte




Aliás, tão importante quanto desenhar é manter uma boa frequência de desenhos. Sim, mesmo que você não esteja estudando algo específico, você vai acabar se aperfeiçoando a partir da repetição. Imagine que você fique fazendo círculos durantes horas, um monte deles! No começo eles podem sair meio ovais e tortos, mas com o passar do tempo, eles vão sair cada vez mais redondos — e você vai conseguir fazê-los cada vez mais rápido.

Mas vamos voltar ao assunto de que todos podem desenhar.

Em 2016, eu recebi um desafio da Faber-Castell para montar algumas aulas com dicas de desenho. Para mim, isso foi uma ótima forma de estudar. Essa questão de que todos podem desenhar é tão forte para mim que eu resolvi mostrar na prática como podemos desenhar usando coisas que já conhecemos, como as mais famosas formas geométricas.

Aos poucos, com quadrados, triângulos e círculos, mostrei como podemos criar olhos, bocas, narizes e rostos. A melhor parte disso foi receber mensagens, pelo meu Instagram, de pessoas que diziam ter conseguido fazer todos os exercícios das aulas. Aliás, até de pais que compraram o curso para os filhos e voltaram a desenhar depois de assistirem aos vídeos. Recebo fotos até hoje da galera estudando. Isso é lindo e só reforça para mim a ideia: todos podem desenhar, basta querer.

Então, deixe de lado essa ilusão de que apenas pessoas selecionadas podem desenhar, porque você também pode. Acredite no seu trabalho e continue praticando.

Para quem quiser me dar um alô, meu Instagram é @itamardutra.

Imagem Arte

Vídeos inspiradores




Uma ótima dica é estudar enquanto escuta um podcast sobre desenho. Isso me ajuda a manter o ritmo de produção e ao mesmo tempo me mantém concentrado. Acho que é meu preferido e, por sinal, essa artista arrasa! O nome dela é Michele Massagli.


Esse é um vídeo em que o Henrique Lira dá algumas dicas de como organizar seus estudos.


Aqui, a Renata Celi comenta sobre alguns erros que desenhistas iniciantes acabam cometendo.


Neste, o ilustrador Alex Coi fala um pouco sobre essa questão de ter um dom.

Itamar Dutra é ilustrador e dedica seu talento a aprender sempre mais. Entre traços e cores, compartilha sua arte exibida em diferentes técnicas. Para ele, habilidade com as linhas é uma questão de treino e faz questão de lembrar: desenhar é para todos.



Comentários:

Para comentar você precisa estar logado.

ana maria dos santos lima 21/08/2018 20:23:27

Eu nunca desenhei para ganhar algo em troca, objetos e etc, mais eu desenho pra ganhar minha diversão. Tem coisa que eu amo fazer ??? TEM ! DESENHAR. Eu as vezes ficava com preguiça AFF eu nem sei fazer base de desenho e agora ? ENGANAR O CÉREBRO É FÁCIL. não desenha a base e pronto, só depois de desenhar, retoca aqueles lugarzinhos por ali e por ali e pronto ! MARAVIGOLD

Alexandra Fonseca 17/08/2018 22:58:47

que legal

Valquiria Panizza 15/08/2018 21:48:03

Gostei muito do seu estilo, seu texto foi muito divertido e motivador.

Livia Ximenes 13/08/2018 14:16:10

Parabéns Itamar seu texto foi muito encorajafor e me motivou a continuar seguindo em frente.... obrigado